pt

Entre em contato

Verdadeiramente global e orgulhosamente local, estamos no Brasil há cerca de 12 anos sempre prontos para oferecer as melhores soluções de recrutamento.

Fale conosco
Vagas

Nossos especialistas do setor ouvirão suas aspirações e compartilharão sua história com as organizações de maior prestígio do Brasil. Juntos, vamos escrever o próximo capítulo da sua carreira.

Ver todas as vagas
Candidatos

Juntos, mapeamos caminhos que definem a sua carreira e mudam a sua vida para alcançar suas ambições de carreira. Navegue pelos nossos serviços, conselhos e recursos.

Saiba mais
Serviços

As principais empresas do Brasil confiam em nós para fornecer soluções de contratação rápidas e eficientes, adaptadas às suas necessidades exatas. Navegue pelas nossas opções de serviços e recursos personalizados.

Saiba mais
Sobre a Robert Walters Brasil

Para nós, o recrutamento é mais do que apenas um trabalho. Sabemos que podemos fazer a diferença na vida das pessoas.

Saiba Mais

Trabalhe conosco

As pessoas são o coração do nosso negócio. Ouça histórias da nossa equipe para saber mais sobre carreiras na Robert Walters Brasil.

Saiba mais
Entre em contato

Verdadeiramente global e orgulhosamente local, estamos no Brasil há cerca de 12 anos sempre prontos para oferecer as melhores soluções de recrutamento.

Fale conosco

O que impulsiona a geração Z no mercado de trabalho?

Com a ascensão da Geração Z no mercado de trabalho, as empresas estão a enfrentar o desafio de atrair e reter os jovens talento. O que move a geração Z ao tomar decisões de carreira?

O especialista em recrutamento da Robert Walters realizou recentemente uma pesquisa entre jovens profissionais com 1 a 3 anos de experiência para obter informações sobre suas visões sobre o mercado de trabalho e os seus planos de carreira.

Salário continua a ser prioridade

Apesar da sua forte bússola moral e do apreço pelos valores sociais dos empregadores, o salário continua a ser um fator importante para a geração Z. O inquérito mostra que 83% dos inquiridos consideram que um salário mais elevado e/ou um pacote mais extenso de benefícios são motivadores para mudar de emprego. Curiosamente, 56% não estão dispostos a considerar um emprego com um salário mais baixo, mesmo que outros benefícios, como flexibilidade ou um bom ambiente de equipa, sejam oferecidos.  Apenas 12% dos jovens trabalhadores estão dispostos a aceitar um salário mais baixo para um emprego numa empresa mais próxima dos seus ideais.

François-Pierre Puench, Country Director da Robert Walters Portugal e Brasil observa: "A geração Z é conhecida como 'dreamers' no local de trabalho. Eles são socialmente envolvidos e ambientalmente conscientes, e também esperam esforços nessas áreas de seu empregador. No entanto, o salário continua a ser um fator crucial devido ao aumento do custo de vida. A elevada oferta de vagas permite que estes jovens profissionais sejam exigentes, levando as empresas a avaliar e rever os seus pacotes salariais."

Conteúdo e desafio importam

O conteúdo do trabalho parece ser o próximo grande motivador para a Geração Z: a maioria (64%) está disposta a trocar o seu emprego atual por uma posição mais substantiva e/ou desafiadora. Um quarto dos inquiridos está disposto a abdicar de parte do seu salário para o fazer.

François comenta: "A geração Z valoriza a diversão e a satisfação em seu trabalho, e eles não têm medo de desistir de seu emprego para seguir a sua paixão. Por conseguinte, a geração Z vê as suas perspectivas de emprego de forma positiva: 89% sentem-se otimistas quanto à situação económica do seu setor nos próximos 12 meses e 88% avaliam o seu futuro profissional pessoal como brilhante. Este sentimento positivo reflete-se nos planos de mais de 1 em cada 3 jovens de mudar para uma nova oportunidade de emprego nos próximos 3 anos.”

Trabalhar perto de casa é atraente

Por fim, 41% dos entrevistados dizem que gostariam de trabalhar mais perto de casa e 15% estão dispostos a aceitar um salário menor por essa oportunidade.

François sublinha a importância de um bom equilíbrio entre a vida profissional e pessoal  para os jovens profissionais e observa também que a geração Z adota a cultura da "agitação paralela": "Hoje, 2 em cada 3 jovens têm um rendimento secundário para além do seu emprego regular. Por conseguinte, é lógico que não queiram perder tempo parados em trânsito todas as manhãs e noites. Os empregadores devem tirar partido desta tendência, oferecendo horários de trabalho flexíveis e a opção de trabalhar a partir de casa. Desta forma, continuarão a ser atrativos para a geração mais jovem de trabalhadores.”

Partilhar artigo

Links relevantes

Envie a sua posição
Pesquisa Salarial
Conselhos de contratação
Fale connosco

Saiba mais ao entrar em contacto com um dos nossos consultores especializados em recrutamento

Conteúdo relacionado

Ver todos

Além do dinheiro, o que um profissional pode receber como salário?

Do auxílio creche aos serviços de terapia, os benefícios são cada vez mais valorizados pelos profissionais e são uma forma de as empresas complementarem a folha de pagamento mensal de seus funcionários em tempos de inflação. Analisamos o que são benefícios de remuneração e por que eles podem ser uma

Ler mais

11 propostas para reter e atrair os talentos mais requisitados

Não se trata mais apenas de salário: cada vez mais, os profissionais exigem benefícios não monetários para continuar no trabalho. Diante da competição pelos melhores talentos e do aumento das contraofertas, as organizações buscam constantemente estratégias para serem mais competitivas no mercado e r

Ler mais

Eu Sou Robert Walters, você é?

Junte-se à nossa equipe de pensadores criativos, solucionadores de problemas e inovadores. Oferecemos progressão de carreira acelerada, uma cultura dinâmica e treinamento especializado.