Solicite sua cópia 

Read more »

Fale conosco 

Read more »

Conselhos
de contratação 

Read more »

A Pesquisa Salarial 2016 já está disponível

A Pesquisa Salarial da Robert Walters já está disponível. Solicite sua cópia gratuita para saber mais sobre as últimas tendências de remuneração e de contratação no Brasil. O relatório contém informações de salário, dicas de contratação, e inclui uma análise do mercado de trabalho de todos os países em que operamos globalmente.

Para os empregadores - Com as últimas informações sobre salários e tendências de emprego em todos os setores profissionais, assim como conselhos e dicas de recrutamento, a nossa Pesquisa Salarial 2016 ajudará a atrair e reter talentos.

Para os profissionais em busca de emprego - Você espera um aumento de salário este ano? Compare as faixas salariais para sua posição em mais de 20 países. Se você está considerando uma mudança de carreira, descubra quais as competências e experiência procuradas pelas empresas de cada setor profissional a nível mundial.

Sobre a Pesquisa Salarial

Em sua décima sétima edição, a Pesquisa Salarial da Robert Walters, é o a mais compreensível e abrangente estudo sobre as tendências de mercado e níveis salariais aplicados.

Este guia inclui informações sobre as remunerações dos profissionais de mais de 24 países, incluindo o Reino Unido, Irlanda, Europa Continental, Oriente Médio, África, Ásia, Austrália, Nova Zelândia, EUA e América do Sul. A Pesquisa Salarial é baseada na análise de colocações permanentes, provisórias e contratuais feitas em cada uma das nossas regiões e disciplinas de recrutamento em 2015.

Você pode solicitar sua cópia de 2016 agora clicando aqui.

Tendências de Recrutamento no Brasil em 2015

2015 começou forte, mas foi um ano desafiador para o recrutamento no Brasil, com demanda por profissionais especializados limitada a algumas áreas específicas.

Os níveis de contratação caíram dramaticamente e a disparidade entre a perda de empregos e o número de vagas criadas revelou-se particularmente grande no meio do ano. A taxa de desemprego subiu rapidamente de 5% em 2014 para 8% em 2015. Entretanto, esse índice mostrou estabilidade no final do ano.

A conjuntura econômica do Brasil (crise política, alta carga de impostos e inflação) impacta diretamente o Setor de Recrutamento, bem como o volume e a forma de fazer negócios em todo o mercado. O ano de 2016 deverá ser um ano de grandes desafios.