Estratégias para atrair e reter os melhores talentos

A abordagem das organizações está evoluindo para medir o desempenho com base na realização de objetivos, não no número de horas trabalhadas.

Sem dúvida, as empresas precisarão desenvolver o pacote de remuneração para se adaptar às necessidades do novo mundo do trabalho.

Se olharmos o quadro global, há organizações que entre seus benefícios oferecem férias ilimitadas e outras que consideram reduzir a semana de trabalho para 4 dias. A flexibilidade em todos os sentidos seria uma das principais expectativas dos colaboradores, que mostraram ao longo deste tempo que a produtividade não é afetada.

De acordo com uma pesquisa global conduzida pelo The Workforce Institute, quase 45% dos 3.000 funcionários entrevistados disseram que levaria menos de cinco horas por dia para fazer seu trabalho se ele não fosse interrompido. Mais interessante era que 72% trabalhariam quatro dias ou menos por semana se o pagamento permanecesse constante.

“A abordagem das organizações está evoluindo para medir o desempenho com base no cumprimento de objetivos, não na quantidade de horas trabalhadas. Dessa forma, o tempo de inatividade pode ser reduzido e os funcionários podem fazer melhor uso de seu tempo. Ao promover a produtividade ao longo do tempo trabalhado, os funcionários podem ser criativos e ter melhores resultados ” comenta Richard Townsend, country manager da Robert Walters Brasil.

Outra exigência dos colaboradores é fazer parte de uma cultura organizacional que os inspire e motive. O termo "cultura organizacional" pode evocar certos benefícios e incentivos, mas uma verdadeira cultura corporativa tem um significado muito mais profundo. Ele forma a estrutura de uma organização e faz uma grande diferença nos resultados financeiros de uma empresa. A pesquisa mostra que os colaboradores com uma forte conexão com a cultura da sua empresa são mais engajados.

Além disso, empresas com grandes culturas atraem os candidatos mais qualificados. As empresas precisam criar poderosas marcas de empregadores externamente que sejam consistentes com o que os funcionários vivenciam todos os dias na organização.

Richard conclui: “Hoje a gestão de pessoas tem um grande desafio na retenção e atração de talentos. Durante o trabalho remoto, é necessário manter a motivação, o comprometimento e a produtividade dos colaboradores. Hoje em dia as pessoas buscam não só uma boa remuneração, mas também o impacto social que as organizações nas quais colaboram e se perguntam: o que a empresa faz por mim?

Devemos entender que o mundo mudou. As empresas devem aprender a se adaptar e saber que o melhor caminho para a sustentabilidade e a diferenciação são, e continuarão sendo, as pessoas e enquanto elas sentirem uma preocupação genuína com seu bem-estar, seu desempenho e comprometimento serão ainda maiores. ”

white-male-on-evening-tablet
»
»
»
»